29 Abril 2021

Equipa da Fundação Champalimaud distinguida com menção honrosa no Prémio BIAL de Medicina Clínica 2020

Foram hoje anunciados os vencedores do Prémio BIAL Medicina Clínica 2020, que atribuiu, para além do prémio principal, duas Menções Honrosas para trabalhos sobre o cancro e a COVID-19.

Champalimaud Foundation team distinguished with honourable mention by the Prémio BIAL de Medicina Clínica 2020

Sobre as Menções Honrosas, o presidente do júri, o médico anatomopatologia e investigador Manuel Sobrinho Simões, avança que “o Júri distinguiu (…) dois trabalhos que evidenciam a pertinência e urgência da investigação em medicina, por um lado o cancro e as novas terapias personalizadas que marcam a pesquisa que se está a fazer neste campo e, por outro lado, a pandemia que marcou o ano de 2020.”

Na área do cancro, o trabalho “Zebrafish Avatars, Towards Personalized Cancer Treatment, a multidisciplinary venture”, coordenado pela investigadora Rita Fior, da Fundação Champalimaud, foi assim uma das obras galardoadas nesta categoria.

Resultado da colaboração de esforços de uma equipa multidisciplinar de biólogos, oncologistas médicos, cirurgiões, radiologistas, radioncologistas e patologistas da Fundação Champalimaud e do Hospital Prof. Doutor Fernando da Fonseca, a investigação premiada recorre a peixes-zebra para tentar desenvolver um teste que determine a melhor opção terapêutica para cada doente com de cancro.

Atualmente, as diretrizes internacionais para a terapia do cancro fornecem opções terapêuticas com base nas taxas médias de resposta de grandes ensaios clínicos. Uma abordagem “tamanho único” que não serve todos os pacientes, já que os tratamentos podem ser eficazes para alguns doentes, mas não para outros. 

Por isso, muitas vezes os doentes passam por abordagens de tentativa e erro para encontrar a melhor terapia, sujeitos a toxicidades desnecessárias e perdendo “tempo terapêutico”. Assim, um teste capaz de prever as respostas individuais antes do tratamento é uma necessidade crítica para um tratamento personalizado e dirigido. 

Os resultados são promissores já que este modelo oferece velocidade, resolução celular e a capacidade de realizar um grande número de transplantes. Permite também a avaliação de características cruciais do tumor, como o seu potencial metastático e angiogénico, apenas possível devido à alta conservação genética entre o genoma humano e o do peixe-zebra. O projeto inicial começou pelo cancro colorretal e de mama e está agora a ser alargado a outros tipos de cancro.

O  Prémio BIAL Medicina Clínica 2020, atribuído pela Fundação BIAL, volta assim a premiar trabalhos de investigação realizados no contexto da prática clínica, cujos resultados de grande qualidade e relevância têm um impacto directo na prevenção e controlo das doenças bem como na qualidade de vida dos doentes.  

Muitos parabéns a todos os que participaram neste estudo bem como aos outros premiados que partilharam esta distinção tão relevante no panorama científico nacional:

PRÉMIO BIAL DE MEDICINA CLÍNICA 2020

“A Paramiloidose em Portugal e no mundo: de doença fatal a doença crónica com qualidade de vida preservada”

Autores:
Doutora Teresa Coelho (coordenadora)
Dra. Isabel Conceição
Prof. Doutora Mónica Inês
Prof. Doutor Mamede Alves de Carvalho
Prof. Doutor João Nuno Costa

MENÇÕES HONROSAS

“Zebrafish Avatars, Towards Personalized Cancer Treatment, a multidisciplinary venture”

Autores:
Prof. Doutora Rita Fior (coordenadora)
Dra. Joana Ribeiro
Doutora Bruna Costa
Doutora Raquel Mendes
Doutora Marta Estrada 
Doutora Tânia Carvalho
Doutor Miguel Godinho Ferreira
Dr. António Pinto Gomes
Prof. Doutor Nuno Figueiredo
Dr. Carlos Carvalho
Prof. Doutora Mireia Castillo-Martín
Dra. Fátima Cardoso
Prof. Doutora Maria João Cardoso

Abordagem do doente crítico com COVID-19

Autores:
Prof. Doutor João João Mendes (coordenador)
Prof. Doutor José Artur Paiva
Dr. Mário Branco
Dr. João Gouveia
Dr. Filipe Cabral Gonzalez
Dr. Paulo Mergulhão Gomes
Doutor Filipe Froes
Prof. Doutor Roberto Roncon de Albuquerque

Loading
Por favor aguarde...